Obras
Slideshow
Sofia Borges, 33ª Bienal de São Paulo – Afinidades Afetivas: A infinita história das coisas ou o fim da tragédia do um, São Paulo, 2018
1 de 39
Thumbnails
Videos
Inside the Studio of Sofia Borges, 2020
Sobre

Sofia Borges is a visual artist who received her BA in Visual Arts from the Universidade de São Paulo in 2008, receiving on this year five art awards for her artistic research and production. From 2009 to 2011 Borges presented seven solo shows in Brazil, was selected by Rumos Itaú Cultural, was highlighted by the Bolsa Iberê Camargo, won the Premio Porto Seguro de Fotografia, was nominated to the Foam Paul Huf Award 2010 and in 2011 her work featured the Modern Art Museum of São Paulo. In 2012 Sofia was the youngest artist invited to the 30th São Paulo Biennial. In 2013, she was nominated to the BES Photo Award, once again to the Foam Paul Huf Award, was granted with the acquisition prize of Centro Cultural São Paulo, and also presented solo shows in Mexico City, Madrid, Paris, Lisbon and São Paulo, and featured works in Rio de Janeiro, Denver and Oslo. In 2014 the artist was for the third time the Brazilian nomination to the dutch Foam Award and presented her works in London, Los Angeles, Lyon, São Paulo, Doha, and Beijing. In 2015, besides solo show in Paris and group shows in Brazil, France and Canada, Sofia developed the No Sound, her first experimental project as curator and since then she has been engaged in developing her research about image in collaboration with writers, philosophers, musicians, and other artists, transforming her exhibitions even more in spaces of investigation. In 2016 Borges presented solo exhibitions in Vienna and Amsterdam and wan the British First Book Award with her autoral project The Swamp, inspired by her exploration of the prehistoric caves in the South of France, the book was launched together with a solo show at PhotoLondon 2016. In 2017 presented a solo show in Athens and was granted with the Bolsa ZUM from Instituto Moreira Salles with her research about the tragedy. In 2018 Borges is presented her work at Being: The New Photography exhibition at MoMA and is engaged as curator at the 33rd São Paulo Biennial.

CV

Sofia Borges é artista visual formada em Artes Visuais pela Universidade de São Paulo em 2008, recebendo, neste ano, cinco prêmios de arte por sua pesquisa e produção artística. De 2009 a 2011, Borges apresentou sete individuais no Brasil, foi selecionada pelo Rumos Itaú Cultural, foi destaque pela Bolsa Iberê Camargo, ganhou o Prêmio Porto Seguro de Fotografia, foi indicada ao Prêmio Espuma Paul Huf 2010 e, em 2011, seu trabalho foi destaque Museu de Arte Moderna de São Paulo.

Em 2012, Sofia foi a artista mais jovem convidada para a 30ª Bienal de São Paulo. Em 2013, foi nomeada para o Prémio BES Photo, mais uma vez para o Foam Paul Huf Award, foi agraciada com o prémio aquisição do Centro Cultural São Paulo, tendo ainda apresentado individuais na Cidade do México, Madrid, Paris, Lisboa e São Paul, e apresentou trabalhos no Rio de Janeiro, Denver e Oslo.

Em 2014, a artista foi pela terceira vez a indicação brasileira ao prêmio holandês Foam e apresentou seus trabalhos em Londres, Los Angeles, Lyon, São Paulo, Doha e Pequim. Em 2015, além da individual em Paris e coletivas no Brasil, França e Canadá, Sofia desenvolveu o No Sound, seu primeiro projeto experimental como curadora e, desde então, vem desenvolvendo sua pesquisa sobre imagem em colaboração com escritores, filósofos, músicos e outros artistas, transformando suas exposições ainda mais em espaços de investigação.

Em 2016, Borges apresentou exposições individuais em Viena e Amsterdã, e ganhou o British First Book Award com seu projeto autoral The Swamp, inspirado em sua exploração das cavernas pré-históricas no sul da França. O livro foi lançado juntamente com uma exposição individual no PhotoLondon 2016. Em 2017, apresentou individual em Atenas e foi contemplada com a Bolsa ZUM do Instituto Moreira Salles com sua pesquisa sobre a tragédia. Em 2018 Borges apresenta seu trabalho na exposição Being: The New Photography no MoMA e é curadora da 33ª Bienal de São Paulo.

Exposições
Sofia Borges THE SUN, THE SUN, BUT THE UNCONSCIOUS OF THE SUN
Sofia Borges Inside the Studio of Sofia Borges
Sofia Borges AS CINZAS, O ESPELHO, O AVESSO DO BRILHO E O DEVIR DO FOGO
Publicações
Marco Zero: Artistas e Seus Estúdios Sofia Borges
2018
ABC Arte Brasileira Contemporânea Deyson Gilbert, Daniel Steegmann Mangrané, Sofia Borges
2013
Menu
Utilizamos a tecnologia de cookies com o objetivo de melhorar cada vez mais a sua experiência de navegação no nosso site. Continue ou feche essa mensagem para permitir a utilização de cookies. Para mais informações sobre a nossa Política de Cookies e sobre como gerenciar seus cookies, clique aqui.