Exhibition views
1 de 5
Works
Slideshow
1 de 24
Thumbnails
Text

24/11 2018 – 31/01 2019


Mendes Wood DM São Paulo tem o prazer em apresentar a exposição da artista Sonia Gomes e Marga Ledora.

Sonia Gomes trabalha com a produção de esculturas e instalações concebidas a partir de numerosos materiais de distintas histórias — como roupas e mobiliários — e das possíveis combinações e possibilidades entre tais elementos. Suas composições se iniciam por meio de práticas espontâneas da desconstrução e remontagem de artefatos cotidianos que cruzam seu caminho, formando corpos num processo conduzido intuitivamente.

Ao explorar recentemente novos materiais, como a madeira, Gomes estuda a organicidade das formas em um novo aspecto, resultando na série Filhote, esculturas em pequena escala de formas animalescas não-identificadas. O gesto e a forma, sempre pilares do trabalho da artista, revelam o interior de corpos em construção, remetem à vertebras, cartilagens e músculos. Esses seres construídos através da costura sobre a forma rígida das raízes e troncos de árvores conversam com a necessidade de se abrigarem no espaço. Aqui começa o diálogo entre as artistas Sonia Gomes e Marga Ledora.

Ledora desenha casas feitas a partir de pastel oleoso sobre papel, casas vazias e cheias, que flutuam em um não-lugar, ambivalentes às definições precisas do desenho, em uma lógica maleável da simplicidade. As formas se retraem e desdobram, como se as paredes abrissem e revelassem misteriosos interiores. A artista explora possibilidades no gesto assim como Gomes, mas a forma resultante é o espaço vazio, provocando os limites entre invisibilidade e inexistência.

A exposição une os seres desconhecidos de Gomes as casas vazias de Ledora como um único trabalho, uma tentativa poética e formal de ensaiar um lugar invisível para animais que não existem. Ambas as artistas tiveram o desenho como ponto de reflexão para o seu trabalho como artista. Gomes achava não poder ser artista por não executar a técnica tradicional do desenho, Ledora encontra no estudo de materiais sobre papel o caminho para explorar o gesto e consequentemente a forma. A união dos trabalhos para essa mostra em duo é para as artistas além de uma experimentação das práticas, uma ocasião de reflexão a respeito dos limites no trabalho de ambas.

Sonia Gomes (Caetanópolis, 1948) vive e trabalha em São Paulo.
Em 2018 realizou duas mostras institucionais monográficas no Brasil, no MASP – Museu de Arte de Sao Paulo e no MAC – Museu de Arte Contemporânea do Rio de Janeiro.
Seus trabalhos também foram inclusos em mostras coletivas institucionais como 56ª Biennale di Venezia, Veneza, Italia (2015); Entangled, Turner Contemporary, Margate, RU (2017); Revival, The National Museum of Women in the Arts, Washington, EUA (2017); Art & Textiles – Fabric as Material and Concept in Modern Art, Kunstmuseum Wolfsburg, Alemanha (2013); Out of Fashion. Textile in International Contemporary Art, Kunsten – Museum of Modern Art Aalborg, Dinamarca (2013).

Marga Ledora (São Paulo, 1959) vive e trabalha em Campinas.
Seus trabalhos fizeram parte das seguintes exposições: Reinterpretando Grandes Imagens, Oficina Cultural Hilda Hilst, Campinas (2013); Galeria Gravura Brasileira, São Paulo (2012); Crônicas Fotográficas (2012); Os Livros, Alpharrabio, São Paulo (2011).

Menu